Desculpe, mas vou te deixar!


Olá!

O título do post até parece refrão de música, mas o assunto de hoje está longe disso.

Sabemos muito bem que o ser humano tem seu lado podre e egoísta, onde mata por motivos banais, agride e ofende por prazer, porém ainda há quem resista a essa onda mundial de insensibilidade.

Com a inclusão digital, onde todos os celulares tem uma câmera e a TekPix é a mais vendida do Brasil, houve uma explosão de registros de maus tratos aos animais, alguns registrando seu próprio ato de covardia contra um animalzinho, ou simplesmente fazendo uma denúncia. E também várias denúncias de abandono.

Muitos abandonam cães e gatos pelas ruas, ou lugares ermos deixados à própria sorte, descartam como se fossem lixo. Os motivos egoístas para o abandono vão desde “ele late demais” ou “ele está velho demais” e até “ele está doente, não quero cuidar de bicho doente!”. Muitas são as desculpas, mas quando não se encontra alternativa? Como assim Sora?!? Vou explicar!

Hoje vivemos uma crise econômica mundial que atinge principalmente a Europa. Empresas falindo, demissões em massa, alta taxa de desemprego. O desemprego na Grécia chegou à 21,8% (fonte G1), e pela imprensa internacional chegam notícias de que as mães gregas estão abandonando seus filhos (fonte BBC). Famílias desesperadas estão abrindo mão do seu bem mais precioso: os filhos. Então quem dirá os animais de estimação! Sem alternativa muitas famílias abandonam seus animaizinhos, abrigos em toda Europa estão superlotados. Em um artigo que li uma veterinária de Portugal relatou que um homem sem muitas condições disse a seguinte frase: “E agora, quer que o abandone ou que o mate?”. Difícil escolha, a sobrevivência da sua família ou do animalzinho?

Outro caso de abandono involuntário: lembra da tragédia no Japão em Março de 2011? Pois bem, muitas famílias tiveram que sair de suas casas às pressas, em Fukushima houve ordem de evacuação por causa do vazamento radioativo. As pessoas fugiram e deixaram o pet para trás. Dezenas estão à própria sorte, e as famílias não podem entrar na área de radiação para fazer o resgate. O inverno rigoroso é preocupante, pois muitos não sobreviveriam a fome e ao frio. (fonte G1)

Imagens de uma mulher cercada pelas águas, em uma enchente em São José do Vale do Rio Preto, no RJ, emocionaram o Brasil. No telhado de uma casa tentando se salvar junto com seu cãozinho durante a enchente, ela abraçou o animal e se jogou na água. Ela foi salva após ser içada para um outro prédio, por um grupo de pessoas, no entanto o cão acabou se soltando de seus braços e desaparecendo na correnteza. Veja as imagens:

Casas destruídas pelas águas, famílias desabrigadas e animais abandonados, perderam a casa e se perderam dos seus donos.

Ninguém mora na favela por que quer, é por busca de um teto e um abrigo que pessoas buscam moradia na favela. Quando um incêndio acontece na favela, o fogo não só destrói os barracos, mas parte da vida de muita gente. Famílias perdem o lar, e por consequência os animais também.

Animais são abandonados involuntariamente por desastres naturais, crises econômicas, por força maior! É com certeza que afirmo que estas pessoas não abandonariam seus companheiros em uma situação comum.

É um assunto muito complexo, cada um tem sua opinião à respeito, poderia ter colocado mais exemplos mais o post ficaria enorme. E você, o que faria numa situação dessa?  Você concorda com a atitude dos donos neste caso, ou não abandonaria seu bichinho mesmo nas horas difíceis?

Comentem!!!

Espero ter usado bem as palavras neste post, e desculpe qualquer erro de português ou concordância.

E obrigada Juliana pela sugestão do tema!

Beijos,

Anúncios

Sobre Sora 空

Paulistana, 30 anos, tem 70 gatos em casa.

Publicado em abril 27, 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: